Próximo Jogo
Futebol
< Voltar atrás
17 / 09 / 2021

Pepa: "A bola vai entrar com naturalidade"

Pepa:

Treinador do Vitória SC em antevisão ao jogo com o FC Arouca

O auditório do Estádio D. Afonso Henriques foi palco da conferência de imprensa de lançamento do jogo do Vitória SC frente ao FC Arouca, a contar para a 6.ª jornada da Liga Portugal bwin. O treinador vitoriano, Pepa, analisou o adversário deste sábado. "Sabemos o que o Arouca pode fazer. É uma equipa muito forte na recuperação da bola, ataca muito bem a profundidade e tem as ideias bem assimiladas, com jogadores que estão juntos há muito tempo. Recebeu ainda reforços que têm qualidade. Mas mais pensar no Arouca, interessa aquilo que nós queremos e o que podemos fazer. Acredito que vai ser um joog intenso, bem disputado e aquilo que vai fazer a diferença são os golos. O volume está lá, a capacidade, a intensidade e a velocidade também. Chegamos com muitos jogadores no último terço, temos colocado qualidade em campo e não estamos ansiosos. O golo vai surgir com naturalidade."

Com quatro golos em seis jogos, o Vitória tem tido um caudal ofensivo muito acutilante mas tem faltado o momento da concretização, algo que Pepa encara com tranquilidade. "Podíamos estar a falar agora de um arranque extraordinário, mas não estamos. No entanto, sabemos o caminho que está a ser percorrido e aquilo que esta a ser feito. As coisas podem ser vistas de várias formas: a equipa que sofre poucos golos e que permite poucas oportunidades ao adversário, e isso é sinal de concentração, rigor e entreajuda, ou a falta de golos. Não quero ser repetitivo, mas se não tivéssemos chegada à área, não tivéssemos bola ou volume ofensivo, não tinha nenhum problema em reconhecer que temos de melhorar. Mas temos tido isso tudo e temos conseguido mandar no jogo, mesmo contra equipa fortes, competentes e organizadas. A bola vai entrar com naturalidade. As coisas estão a ser bem feitas e o golo é uma questão de tranquilidade. Não há volta a dar e não podemos voltar atrás em termos daquilo que aconteceu no último jogo para manter esta empatia, esta comunhão e este casamento entre a equipa e os adeptos e entre os adeptos e a equipa, um orgulho uns nos outros. Isto é algo inexplicável. Quem estava de fora e viu o que aconteceu só pode pensar que gostava de estar lá dentro a viver aquele momento. Cabe-nos a nós manter esta chama, esta alma, esta intensidade e esta qualidade."

Estão previstos perto de mil adeptos do Vitória em Arouca, o que deixa a antever uma grande falange de apoio. "Por aquilo que está a acontecer, com os bilhetes a desaparecerem num instante, o que posso dizer? É especial. É entrar no campo e ver a bancada a preto e branco. É um orgulho tremendo. Aquilo que vão exigir de nós é o que exigimos: ganhar e jogar bem, à imagem do Vitória. É uma satisfação e um orgulho saber que vamos jogar longe de Guimarães, à noite, mas é como se estivéssemos a jogar em casa. É fantástico."

Pepa: "A bola vai entrar com naturalidade"