Próximo Jogo
Futebol
< Voltar atrás
15 / 01 / 2021

"Evoluí muito nestes seis meses no Vitória"

Tounkara cumpre primeira época no emblema vitoriano

Nasceu na romântica capital francesa mas é em Guimarães que vive a sua grande paixão: o futebol. Mamadou Tounkara chegou ao Vitória na presente temporada e, seis meses depois, assume com a maior das certezas que esta “foi a melhor escolha”. O defesa, que nunca saíra de França, seguiu viagem para Portugal aos 18 anos e é na cidade-berço que se quer dar a conhecer. Para já, fá-lo ao serviço dos Sub-23, sendo um dos atletas mais utilizados.

“Já conhecia o Vitória porque sigo, como qualquer jovem, as competições europeias e vi o clube a jogar na Liga Europa. Quando surgiu a oportunidade de vir para cá, pesquisei mais sobre o clube e a cidade e fiquei ainda com mais vontade de vir. Cheguei com o Mutombo, que vive aqui comigo, e isso também me ajudou à integração”, começou por dizer o francês, que afirma ter no idioma “a maior dificuldade”.

Ainda assim, e porque a linguagem do futebol é universal, o jovem francês adaptou-se rápido e reconhece a evolução ao longo destes meses. “No início claro que tive alguma dificuldade mas dentro de campo todos se entendem. Além da língua, uma das diferenças que senti foi a forma de jogar. Em França, joga-se um futebol mais direto, enquanto que aqui privilegiamos mais a técnica e o jogo é mais rápido. Fui-me adaptando e acho que sou agora melhor jogador do que quando aqui cheguei”, afirmou.

Depois do sucesso em Drancy, onde no escalão de Juniores alcançou uma subida aos campeonatos nacionais, Tounkara deseja, naturalmente, vingar com a camisola vitoriana. O foco é a consistência na equipa de Sub-23, cujas exibições têm agradado ao próprio. Numa auto-análise, o defesa assume-se como “inteligente, agressivo e rápido”, características que permitem ajudar a equipa a “jogar cada vez melhor”. “Claro que nós queremos sempre vencer mas penso que esta fase está a correr bem. Temos uma grande ambição para este próximo jogo e esperamos que à terceira seja de vez. Estamos empatados com outras equipas mas queremos estar nos dois primeiros lugares para depois disputarmos a Taça Revelação”, explicou.

Ainda virgem nos golos, o francês, que celebrou 19 anos no passado dia 14 de dezembro, lembra o seu passado fértil a marcar e confessa que voltar aos golos é um dos seus objetivos para o imediato. “Durante a minha formação, costumava marcar muitos golos, até porque sou alto e isso ajuda nos lances de bola parada, mas infelizmente aqui ainda não marquei e espero realmente fazê-lo em breve. Ainda assim, deixa-me muito feliz ver os meus colegas defesas a marcar, como aconteceu recentemente com o Rui Correia.”, lembrou o central.

Mamadou Tounkara joga à defesa no terreno de jogo mas é ao ataque que se prepara para mais um duelo na Liga Revelação. Este sábado, o Vitória irá receber o Cova da Piedade e poderá, com um triunfo, ascender á vice-liderança da fase de Apuramento da Taça Revelação. Com o resultado ainda por definir, há uma certeza que nos acompanhará aquando do apito inicial: “Vou dar o melhor de mim em todos os jogos porque sou muito grato ao Vitória por me estar a permitir viver este sonho”.

"Evoluí muito nestes seis meses no Vitória"