Próximo Jogo
Futebol
< Voltar atrás
07 / 05 / 2021

“Este esquema dá-me mais liberdade para jogar”

“Este esquema dá-me mais liberdade para jogar”

Ibrahima Bamba em destaque na equipa B

Ibrahima Bamba a titular é sinónimo de vitória. Os números não mentem. Nos últimos jogos, o defesa tem merecido a confiança dos responsáveis vitorianos e tem dado a melhor resposta. Natural da Costa do Marfim, Bamba chegou a Portugal para jogar como médio mas o tempo levou-o a recuar no terreno. E que bem lhe fez esta mudança! A jogar numa ‘linha de três’, a equipa B, que tem sido assolada com várias lesões, já adaptou vários jogadores ao eixo da defesa e a verdade é que a escolha em Ibra, como é tratado pelos colegas, foi das mais acertadas.

Em entrevista ao site oficial do Clube, o jogador confessou sentir-se “melhor” a jogar como central e explicou as razões: “Em criança, jogava a avançado mas nos últimos anos fui recuando e comecei a jogar como médio. Aqui, no Vitória, o mister colocou-me a central e eu acho que dei conta do recado, então desde aí que tenho estado a jogar nesse lugar. Eu gosto e como somos três centrais isso permite-me ter mais bola e poder sair a jogar, que é algo que eu gosto de fazer. Este esquema da linha de três dá-me mais liberdade para jogar”.

Em Portugal há apenas um ano, Bamba traz na bagagem uma longa experiência em Itália. Foi do país italiano que o defesa saiu para o nosso país e rapidamente encontrou diferenças. “Aqui, o futebol é mais técnico, corremos menos, tanto em Itália, como em França onde também já estive, o jogo tornava-se mais cansativo”, comentou. Talvez por isso, o jogador ultrapasse o momento atual com “facilidade”. Ora expliquemos.

Quem olha para as performances do jovem atleta dificilmente acreditará que o mesmo se encontra a cumprir o Ramadão. Esta prática da religião islâmica obriga o jogador a estar várias horas sem ingerir líquidos e sólidos. O período de jejum já não é novidade para o atleta, que assume vivê-lo com “alguma naturalidade”. “Há dias em que se torna mais difícil cumprir, também depende do horário do treino. Normalmente, acordo às 3 da manhã para comer, porque depois das 5 já não podemos comer, durmo mais um pouco depois e venho treinar. Volto para casa e tento descansar para conseguir aguentar tantas horas em jejum, pois só podemos voltar a comer por volta das 20h30. É algo que já não me custa porque o corpo também se habitua e a verdade é que os jogos também não têm sido muito cansativos e na minha posição eu não preciso de correr assim tanto (risos)”, partilhou.

“A equipa está mais confiante e isso nota-se em campo”

A disputar o acesso à Liga 3, a equipa B soma duas vitórias com sete golos marcados. Depois de SC Maria da Fonte e SC Mirandela, os Conquistadores voltam a medir forças com um adversário que já conhecem. Melhor posicionados na primeira fase, Vitória SC e AD Fafe poderiam ser vistos como os favoritos à subida mas, para Bamba, “todos os jogos vão ser duros”. “O mister Moreno já nos alertou para possíveis ilusões. Ainda faltam quatro jogos e vamos agora fazer três fora de casa. Não podemos achar que já está tudo feito porque ainda há muitos pontos em disputa. Já conhecemos o Fafe e a verdade é que nunca conseguimos vencer. Espero que desta vez seja diferente e que a equipa some mais três pontos. Penso que estamos mais fortes agora, mais confiantes e isso nota-se em campo. As vitórias deixam-nos mais soltos, menos desconfiados de nós próprios e isso ajuda a entrar em campo com outra motivação”, concluiu.

“Este esquema dá-me mais liberdade para jogar”