Próximo Jogo
Vitória
< Voltar atrás
18 / 06 / 2021

Assembleia Geral a 26 de junho

Assembleia Geral a 26 de junho

Orçamento e Parecer do Conselho Fiscal disponíveis

Ao abrigo das disposições estatutárias constantes dos artigos 27º, 28º e 29º dos estatutos do Vitória Sport Clube, convoco para o dia 26 de Junho de 2021, pelas 15 horas, no Estádio D. Afonso Henriques, sito na Praça 26 de Maio, uma assembleia geral ordinária com a seguinte: 

 

ORDEM DE TRABALHOS

 

PONTO UM - Leitura e aprovação da ata da Assembleia Geral Extraordinária realizada  em 29 de Maio de 2021;

PONTO DOIS - Apresentação, Discussão e Votação do Orçamento Anual para o Exercício de 2021/2022 e respectivo Parecer do Conselho Fiscal;

PONTO TRÊS - 30 minutos para discutir assuntos de interesse do Clube. 

 

ORÇAMENTO 2021-2022

PARECER CONSELHO FISCAL 2021-2022

 

Informa-se ainda que a ata da anterior Assembleia Geral do Clube se encontra disponível para consulta na sede social do Clube. 

 

 NOTAS:

1º - Nos termos do número 2 do artigo 29º dos Estatutos do Vitória Sport Clube, verificando-se a falta da maioria do número de sócios efectivos, a Assembleia Geral iniciar-se-á uma hora depois da indicada na convocatória com qualquer número de sócios presentes. 

 2º - Atento o plasmado no artigo 16º, n.º 1, alínea g) dos Estatutos do Vitória Sport Clube, os dcumentos referidos nos pontos 1 e 2 estarão disponíveis para consulta a partir do dia 17 de Junho, durante as horas de expediente nos serviços do clube situados no Estádio D. Afonso Henriques e disponível no site www.vitoriasc.pt.

3º - Ao abrigo do disposto no artigo 26º dos Estatutos do Vitória Sport Clube, apenas poderão participar na Assembleia Geral, os sócios efectivos, conforme definidos no artigo 13º, n.º 2 dos Estatutos, no pleno gozo dos seus direitos sociais, obrigatoriamente munidos do cartão identificativo de associado e portadores da quota n.º 05/2021.  

REGRAS DE PARTICIPAÇÃO:

Informam-se ainda os associados das regras impostas pela DGS, nos termos da autorização emitida, para a realização da Assembleia Geral Ordinária, no Estádio D. Afonso Henriques, sito na Praça 26 de Maio:

a) O acesso à Assembleia Geral é vedado aos associados que se encontrem sujeitos a confinamento obrigatório nos termos do artigo 2.º do anexo à Resolução do Conselho de Ministros n.º 96-B/2020, de 12 de Novembro, e bem assim, aos associados que apresentem sinais ou sintomas associados a infeção por SARS-CoV-2 ou que, ainda que assintomáticas, tenham estado em contacto com doentes de COVID-19 nos 14 dias prévios à realização da Assembleia Geral e que os associados incluídos em grupos de risco nomeadamente, doentes crónicos, imunodeprimidos e seniores, possuem risco acrescido decorrente da sua presença na Assembleia Geral apesar de todas as medidas de contingência colocadas em prática;

b) Da obrigatoriedade permanente ao longo de toda a Assembleia Geral do cumprimento das regras de distanciamento social, higiene brônquica e higienização das mãos e do cumprimento das dinâmicas de circulação que sejam impostas;

c) A lotação máxima de associados que poderão estar presentes na Assembleia Geral é de 1.047 associados;

d) O acesso dos associados à Assembleia Geral será efectuada pela porta 1 do Estádio D. Afonso Henriques;

e) Aos associados que queiram aceder à Assembleia Geral será:

i) efectuada a medição de temperatura à entrada do Estádio D. Afonso Henriques apenas sendo permitido o acesso à Assembleia Geral aos associados que apresentem temperatura corporal inferior a 38ºC;

ii) exigida a utilização de máscara, sendo a utilização permanente de máscara durante a realização da Assembleia Geral condição obrigatória de permanência na Assembleia Geral;

iii) exigida a desinfeção das mãos com solução antisséptica de base alcoólica; e

iv) proibida a entrada de qualquer bem alimentar.

f) Informam-se finalmente os associados que:

i) Qualquer associado que no decurso da Assembleia Geral apresente sintomas como cansaço extremo, tosse, falta de ar, perda de sabor ou de cheiro e/ou febre, ou que receba a informação que esteve em contacto com doente confirmado SARS-CoV2 será imediatamente encaminhado para a sala de isolamento devidamente identificada e preparada para esse efeito;

ii) Será utilizado um sistema eletrónico de controlo de entradas e saídas, baseado nas informações da base de dados dos associados, onde constam as informações de contacto em contexto de vigilância epidemiológica;

iii) Será entregue a cada associado um bilhete com o local específico (setor, fila e lugar) que o associado deverá ocupar; e

iv)  As regras básicas que deverão ser cumpridas passarão nos ecrãs gigantes do Estádio, repetidamente, durante a assembleia geral;

v) Existirá um mostrador na entrada do Estádio D. Afonso Henriques com a indicar da lotação máxima permitida e do número de pessoas que já deram entrada.

 

 

Assembleia Geral a 26 de junho