Próximo Jogo
Futebol
< Voltar atrás
12 / 02 / 2016

“Se formos iguais a nós próprios, vamos conquistar os três pontos”

“Se formos iguais a nós próprios, vamos conquistar os três pontos”

Sérgio Conceição quer equipa “concentrada” para o duelo com o V. Setúbal

 

É no quinto lugar que o Vitória vai receber o seu homónimo de Setúbal. O lugar foi alcançado depois do empate em Tondela num “terreno que influencia o jogo”. A chuva, entretanto, não deu tréguas mas o técnico vitoriano confia no estado do terreno do D. Afonso Henriques. 

Condições climatéricas à parte, Sérgio Conceição foca-se na atitude da sua equipa, que quer ver concentrada ao longo dos 90 minutos para, só assim, conseguir vencer um adversário “difícil e que se reforçou muito bem no mês de Janeiro”. 

Em conferência de imprensa, o técnico perspectivou o encontro da 22ª jornada e comentou ainda as recentes declarações do presidente do Vitória, que mostrou vontade na renovação. Sérgio Conceição teceu ainda um comentário, quando questionado, sobre o castigo aplicado à sua expulsão em Tondela: “Estou a ficar caro ao Clube mas vou mandar a factura ao Sr. Artur Soares Dias”, gracejou.

 
Leia as declarações de Sérgio Conceição:

“O terreno influencia sempre aquilo que é o jogo mas das duas equipas. O Tondela, se calhar, está habituado a jogar de uma forma mais directa e adaptou-se com maior facilidade ao terreno de jogo. O nosso estádio é bem melhor em termos de drenagem, e espero que possamos fazer o que temos vindo a fazer nas últimas jornadas, que é jogar de forma intensa e conseguir, no fim, o mais importante, que são os três ponto, sabendo que vamos encontrar um adversário difícil, que é o terceiro melhor ataque nos jogos fora”

“Muita gente condenava o Setúbal a descer de divisão e tem vindo a provar que não é assim. Reforçou-se muito bem no mês de Janeiro e espera-nos um jogo muito difícil mas isso são todos. Temos de estar concentrados e atentos. Mas temos é de estar preocupados com aquilo que devemos fazer. Se formos iguais a nós próprios, vamos conseguir os três pontos”

"Nenhuma equipa está dependente de um jogador. A ausência do Dourado não vai mudar nada no nosso processo ofensivo e vamos tentar, dessa forma, conquistar os três pontos, sempre com uma organização defensiva que será extremamente importante, perante uma equipa ofensivamente perigosa e que fora de casa tem feito muitos golos"

“Agradeço as palavras do nosso presidente, do nosso líder, mas estou tão concentrado naquilo que tenho a fazer que não me passa pela cabeça a renovação. Digo isto com toda a sinceridade, não é o que me interessa neste momento, interessa-me é dar estabilidade à equipa e fazer o melhor pelo Vitória. O meu desejo é que as pessoas me reconheçam não por ser alto, baixo, magro ou gordo mas pelo trabalho que eu faço aqui. Não estou minimamente preocupado com a renovação, mas fico agradado com as palavras do presidente”

“Estou a ficar caro ao Clube. Se calhar vão descontar-me no ordenado, e bem! Mas eu depois mando a factura para o Sr. Artur Soares Dias. Nas minhas expulsões, fui castigado uma vez e na primeira fui bem expulso porque disse umas verdades ao árbitro, não sendo mal educado, mas nas outras ocasiões não foi justo. Eu já fui expulso por estar a festejar efusivamente um golo e até tenho isso num quadro em casa”. 

“Se formos iguais a nós próprios, vamos conquistar os três pontos”