Próximo Jogo
Futebol
< Voltar atrás
22 / 03 / 2016

Indignação no plantel vitoriano

Indignação no plantel vitoriano

Grupo de trabalho emite comunicado

 

O plantel de futebol profissional do Vitória Sport Clube – Futebol, SAD, foi hoje surpreendido com artigos jornalísticos publicados no jornal “A BOLA”, que põem em causa a sua união e respeito incondicional pela liderança do nosso treinador Sérgio Conceição, bem como, representam um ataque infame a todo o plantel e em especial ao nosso capitão Cafú, que é para o grupo de trabalho um exemplo enquanto profissional, representando ainda a alma do jogador vitoriano, cuja entrega e respeito pelo seu líder está sempre presente, principalmente quando a vontade de vencer deste é também imensurável.

E para que dúvidas não hajam:

- É mentira que alguma vez os jogadores que fazem parte do plantel profissional do clube tenham rejeitado alguém;

- É mentira que o Capitão Cafú tenha sido dispensado dos treinos;

- É mentira que haja desgaste entre o treinador e os jogadores.

No entanto:

- É verdade que o plantel e a equipa técnica estão mais unidos do que nunca e focados em trabalhar para conquistar vitórias;

- É verdade que não vai ser um jornalista a perturbar a união entre os jogadores e o seu líder, bem pelo contrário.

Por último, o jornalista que escreveu os pseudos artigos jornalísticos no jornal “A BOLA”, que não é primário neste tipo de ‘peças', conseguiu com que o plantel sinta vontade de publicamente manifestar repúdio pelo seu trabalho e ainda maior vontade de dizer, a uma só voz, que o treinador Sérgio Conceição representa para nós, grupo de trabalho, o maior símbolo de motivação e que o nosso Capitão Cafú é dos jogadores que melhor interpreta e transmite para os restantes jogadores essa vontade de vencer.   

Ao jornal “A BOLA” resta-nos alertar que o trabalho jornalístico desportivo não deve ser só a busca de noticias sensacionalistas, sem qualquer sustentação de verdade, pois quando põe em causa o bom nome das pessoas e das instituições está a provocar um maior afastamento entre todos os agentes, dos quais os jornalistas deveriam fazer parte. 

 

O plantel de Futebol Profissional,

Douglas
Pedro Henrique
Josué
Moreno
Ricardo Valente
Licá
Hurtado
Rosell
Cafú
Victor Andrade
Arrondel
Alexandre Silva
Miguel Silva
Tozé
Bruno Gaspar
Francis
Henrique
Dalbert
Phete
Bouba
Assis
João Afonso
Luís Rocha
Pedro Correia
Otávio
João Teixeira
Joseph
Alex

 

 

Indignação no plantel vitoriano