Próximo Jogo
Futebol
< Voltar atrás
28 / 02 / 2018

“Imensa paixão e pressão neste estádio”

José Peseiro fala do “arrepio” e lembra a “música linda” do Vitória

Com mais de 25 anos de carreira, José Peseiro assume-se para um desafio que muito o “honra”. O técnico vitoriano já contactou com os jogadores a quem vai procurar “melhorar a auto-estima”.

Para o treinador, “mais do que questões tácticas”, o importante é “melhorar o estado de alma e os níveis de confiança dos jogadores, que têm qualidade”.

José Peseiro falou ainda do ‘arrepio’ quando entrava no estádio D. Afonso Henriques e lembra ainda a “música linda que agora é entoada no estádio”, que o levaria, caso ainda jogasse futebol, “a comer a relva”.

 

Leia as declarações de José Peseiro:

“Quem conhece o Vitória sabe quais são os nossos objectivos e se não acreditasse neles não estaria aqui. Fui bem recebido, num clube que é grande. Os jogadores têm de ser grandes para estarem aqui”

“Era um sonho e um objectivo treinar o Vitória. Não é só para mim, qualquer treinador em Portugal tem o objectivo de treinar o Vitória”

“Mais do que questões tácticas e estratégicas, neste momento é importante melhorar o estado de alma. Melhorar os níveis de confiança dos jogadores. Se estão no Vitória é porque têm qualidade”

“Estou habituado a sentir a imensa paixão e pressão neste estádio. Prefiro ter 20 mil adeptos a assobiar, e a média aqui é essa, do que ter 10 pessoas na bancada a bater palmas. Até quem vem cá como adversário gosta de jogar aqui. Ainda agora sinto os ‘pelinhos’ a ficar no ar e com esta música linda… se jogasse até comia a relva. A emoção e a paixão que este clube proporciona são muito importantes”

VEJA O VÍDEO